O FUZZUÊ chegou!

Galera, é com muita felicidade que venho falar da primeira edição do FUZZUÊ, evento nosso (Barulhovisual em parceria com a Casa da Cultura Digital e o Coletivo Descabelo).

Começando a postagem com a mensagem do nosso Santo Editor!!

 

Primeiramente, eu queria agradecer muito a cada pessoa que chegou para prestigiar esse evento, na roda de conversa, nas exibições dos videoclipes, na apresentação da galera do IL GUACCA.

Esse vento será periódico, então vou relembrar um pouco do formato dele atual. Vai rolar rodas de conversa sobre produção cultural independente, cineclube de videoclipes e, à noite, teremos apresentações musicais. Por enquanto, assim será, mas teremos muitos eventos pela frente, e queria deixar algo bem claro: nós precisamos e queremos a ajuda de vocês. Portanto, mandem sugestões. Se você tem uma banda, e queira se apresentar, entre em contato. Se tem videoclipes para exibição, também entre em contato. Pode ser pelo email (barulhovisual@outlook.com) ou pela página do face. Futuramente, farei um post mais especifico sobre essa convocatória, mas fiquem à vontade de mandar material.

A roda de conversa foi realmente muito massa. O diálogo foi intenso – troca de informações e experiências, e, no final, o sentimento de que a batalha pela cultura independente é uma verdadeira relação de amor. O show frente ao mar da IL GUACCA foi bem massa também.  Dava pra sentir a música interagindo com o espaço, liberando a poesia do mar, da plateia, dos transeuntes na calçada. Foi tudo muito bom e realmente espero mais desses momentos nos próximos FUZZUÊ’s.

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Anúncios

Barulho Marginal

Galeeerraaa, no  último festival Fortaleza Marginal o barulhovisual (eu, Leonardo Santos juntamente com Duda Rabelo – foto – e Gustavo Pedrosa) chegou pra registrar esse evento super massa.

É de uma energia fascinante um evento com uma eferverscência tão forte de sinceridade artística. Música, poesia e intervenção. Enquanto rola apresentação musical paralelamente tá ocorrendo uma arte em uma parede, no intervalo do show sobem poetas, algumas lojinhas de grupos produzem e vendem vários matérias de cunho artesanal pelo evento. E viver e sentir tudo isso me deixa instigado nesse lance de cultura. É uma energia, uma potência  revolucionária, não de uma revolução brusca, mas de uma revolução ubíqua, cadenciada, sincrônica. Enquanto alguém está em seu quarto escrevendo uma canção, ou quando um grupo de pessoas com jets escrevem poesia nas paredes, um festival tão rico de arte me vez ver que viver arte é viver revolução.

Bem, lá na página serão postados os vídeos do festival ao decorrer da semana. Se linguem lá.

Fiquem com esse vídeo que mostra um pouco da poesia nesse festival lindo.

 

 

A Barulheira foi Monstra

Nesse final de semana passado aportei no AurorAutoral, com uma câmera de uma amiga (obrigado, Renata), e me dediquei a fazer registro de cada banda naquele evento lindo – que também foi o lançamento do selo independente BananaRecords, da galera que entrevistei aqui semana passada. Então, vamos aos vídeos.


 

A banda de abertura foi a Distopia Bárbara, de um rock bem cruzão e massa. Se liguem aí no vídeo. (Por sequela minha, acabei upando o vídeo no meu canal pessoal, mas é a vida, a vida tem dessas coisas…).

 

A segunda banda foi Marca Carmim. Show iradaço, do qual gravei também uma outra música deles, só que acabei perdendo o vídeo, então deixa no mistério. Mas fiquem com “Tudo que Fiz por Você” !!!

 

A terceira banda, Farolsaturno, gravá-los me foi uma experiência louca²,  viajei demais – confesso que tenho uma quedinha pelo estio. Transem esse vídeo, que chega a ser um pouco longo, mas vale cada onda e pixel.

 

A última banda da noite foi a Vencatu. Foi um show muito massa, fiquei triste por não conseguir gravar uma música inteira e ainda por ter feito uma captação de som meio capenga.  De qualquer forma, assistam  o vídeo, fiz com carinho, juro.


 

Vide, a cena vive, e o dia em que uma casa de show lotará pela música local se aproxima. Um chêro no olhos de tudim que lê esse blog  :).


 

Novidade!! Novidade!!!

Heyyyy, é com felicidade que inauguro o Barulho em Vídeo. A ideia é de expor registros de shows, possíveis entrevistas, etc. Essa ideia precedeu até mesmo o conceito do blog. Mesmo que ainda não tenhamos um equipamento de qualidade, tencionamos a evolução.

O vídeo de hoje foi gravado no rolê do dia 09/04/2016 no Casarão Benfica. Foi irado. Era o início do show da Lótus e a vibe estava muito massa. Lá estava eu, fissurado nas lâmpadas – confesso sou meio obcecado por luzes – quando tive a inspiração de começar o vídeo com close na lamparina verde.

O vídeo foi postado no proto-canal do Youtube do Barulho Visual, lá se encontram alguns registros de outros shows. Confira.